Exigência de encaminhamento médico para terapias é suspenso durante pandemia

Medida passa a valer nesta segunda-feira (1º/06/2020) e tem validade até o fim das ações de combate à propagação do coronavírus

Tamanho da fonte
+


A Casembrapa está ciente das dificuldades que todos enfrentamos neste período de luta contra a propagação do coronavírus. Por isso, no intuito de facilitar aos nossos beneficiários o acesso à assistência em saúde, a operadora está supendendo a exigência de encaminhamento médico para a realização de terapias a partir da próxima segunda-feira (1º/06/2020).

A medida tem validade pelo tempo que durar o isolamento social. Os associados e prestadores serão informados previamente sobre qualquer mudança nos processos.

A Casembrapa disponibiliza em seu site uma listagem com os prestadores que oferecem teleatendimento durante o período de pandemia da Covid-19, incluindo os profissionais que oferecem terapias. A relação é atualizada semanalmente e pode ser acessada clicando neste link.

Beneficiários que necessitam de pronto atendimento médico também podem recorrer ao serviço de consulta por videoconferência por meio da plataforma Livia. Para saber como utilizar o aplicativo e saber mais detalhes, clique neste link.

A Casembrapa está à disposição para esclarecer suas dúvidas ou fornecer mais informações sobre o assunto. Entre em contato pelo “fale conosco” do nosso site, envie e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. ou entre em contato pelo Telegram: Casembrapabot. Se preferir, ligue para (61) 3181-0010, opção 1 (se você estiver no Distrito Federal ou Entorno) ou ligue 0800-940-5560 (se estiver fora da capital).

Mais lidas